Foto: SS Cruz das Almas

Turma de trabalhadores do curso de tratorista

 

A Seção Sindical Cruz das Almas (BA), em parceria com o Sindicato Rural de Nazaré (BA), realizou, entre os dias 02 e 06 de abril, um treinamento básico de manuseio de máquinas agrícolas. Com 15 participantes, entre trabalhadores da Embrapa, estagiários, terceirizados e pessoas da comunidade, a parte prática do curso aconteceu na unidade da Embrapa Mandioca e Fruticultura.

Além do curso de tratorista, que já está em seu segundo módulo, a Seção também ofereceu capacitação em aplicação de defensivos agrícolas e cuidados com a saúde. Todas as aulas foram ministradas por instrutores da Escola da Terra do Serviço Nacional de Aprendizagem (SENAR-BA).

De acordo com o presidente do SINPAF Cruz das Almas, Antônio Marcos Santos Pereira, o sindicato tem que oferecer algo mais para o trabalhador. "Frente ao momento em que a gente vive, de crise econômica, o sindicato tem que fazer algo além das ações de lutas. Será que só a luta é um atrativo para segurar o filiado? Os sindicatos estão com um novo perfil de trabalhador, o qual exige mais vantagens", disse.

Sobre a participação da comunidade nos cursos oferecidos pelo SINPAF, Antônio Marcos ressalta que a Seção abriu vaga porque acredita ser um dever de qualquer sindicato oferecer uma contrapartida social.

O empregado Antoniel Alves de Souza, filiado ao SINPAF, que participou dos treinamentos de tratorista e de defensivos agrícolas, conta que adquiriu um bom conhecimento sobre esses temas.

"Essas ações do SINPAF são muito importantes para nós que fazemos parte da categoria e para a comunidade. Aprendi muito sobre segurança no trabalho, equipamentos de proteção individual (EPIs) e manuseio de tratores. Espero que a programação de cursos tenha continuidade", ressaltou Antoniel.

Para o trabalhador terceirizado da Embrapa, Renildo Costa de Santana, a capacitação foi uma experiência muito boa. "Diante dessas oportunidades, percebemos o quanto é importante ter um sindicato representativo. O terceirizado quase não tem apoio. Às vezes achamos que estamos sozinhos e o SINPAF nos dá uma chance," enfatizou.

Todos os cursos contaram com a parceira da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) da unidade.

 

                                                                                                                                           Foto SS Cruz das Almas

Trabalhadores durante o curso de tratorista.