ACT da Embrapa é prorrogado por mais 30 dias

O SINPAF e a Embrapa acordaram a prorrogação do Acordo Coletivo de Trabalho por mais 30 dias, ou seja, com vigência até o dia 30 de junho de 2020.


A Diretoria Nacional, a Comissão Nacional de Negociação do SINPAF (CNN), representantes de Seções Sindicais do Distrito Federal e representantes da Embrapa realizaram mais uma rodada de negociação, nesta quarta-feira (27/5), por videoconferência.

Na reunião de hoje, o SINPAF e a Embrapa acordaram a prorrogação do Acordo Coletivo de Trabalho por mais 30 dias, ou seja, com vigência até o dia 30 de junho de 2020.

Lembrando que a data-base da categoria está resguardada por Protesto Judicial até o dia 15 de junho de 2020, podendo ser requerida a prorrogação caso necessário.

A negociação de hoje foi em torno de cláusulas que estavam pendentes, visto que nas três rodadas anteriores o SINPAF e a empresa discutiram toda a pauta de reivindicação.

No intuito de avançar nas negociações, o SINPAF acordou pela manutenção parcial do ACT vigente para as cláusulas que tratam da Garantia de Cumprimento de Acordo Coletivo, Forma de Pagamento, Descontos Autorizados e Adicional de Insalubridade e Periculosidade.

Apesar de a Embrapa ter continuado com o posicionamento pela exclusão e/ou manutenção do ACT vigente para demais cláusulas debatidas durante a rodada de negociação, o Sindicato manteve sua proposta apresentando para a empresa diversas fundamentações jurídicas constantes na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e na própria Constituição Federal,  que justificam a luta pela inclusão e/ou alteração das cláusulas conforme a pauta de reivindicação.

Em breve, a ata da reunião será disponibilizada no site do SINPAF para que todos acompanhem em detalhes a negociação do acordo coletivo.

A próxima rodada de negociação foi marcada para o próximo dia 8/6, às 14h, por videoconferência. Nesta data, o SINPAF espera que a empresa apresente um índice de reajuste para todas as cláusulas econômicas.

 

Receba notícias direto em seu e-mail:
assine nosso informativo

Fale conosco